Publicado 26/05/2019 - 06h00 - Atualizado 24/05/2019 - 14h48

Por Do Correio

Vista da Av. John Boyd Dunlop

Reprodução

Vista da Av. John Boyd Dunlop

PROMESSA É DÍVIDA
Não faz muito tempo, e esta Pilha publicava uma visita feita pelo prefeito Orestes Quércia a um determinado núcleo residencial campineiro. Durante tal visita, o chefe do Executivo campineiro foi recepcionado por elementos dirigentes da entidade representativa do bairro, ocasião em que esses dirigentes apresentaram várias reivindicações. Dentre os pedidos feito ao mandatário campineiro, destacou-se a procura de uma solução para a avenida John B. Dunlop, que é, praticamente a única via de acesso ao local. Prometeu o prefeito, na ocasião, ordenar fossem executados trabalhos de melhoramentos com tal via pública, a fim de que os problemas fossem eliminados. Acontece que, desde aquela visita, os morado-res da Vila São Bento e adjacências estão esperando pelos tais melhoramentos prometidos. E enquanto eles não chegam, a situação vai piorando.
 
REPERCUTE AINDA O ANIVERSÁRIO DO CONCÓRDIA
Comenta-se ainda na cidade a comemoração do 99.o aniversário de fundação do Clube Concórdia, dada a grandiosidade da festividade pro-movida pela dedicada direto-ria do clube da Avenida Moraes Sales. Ofícios de congratulação tem sido recebidos, enviados por entidades, associações e clubes congeneres, não só daqui como de outras localidades.
 
CONTROLADOR COMENTA ÊXITO DA APOLO-10
A missão espacial do "Apolo-10" constitui um "exito de 110 por cento", declarou ontem à noite o controlador do vôo Glyn Lunney durante uma entrevista à imprensa, no Centro Espacial de Houston. Interrogado pelos jornalistas sobre o que consistia os dez por cento que ultrapassaram o exito total. Lunney respondeu que se tratava de façanhas tais como a navegação da cabina e a descoberta de objetivos solares (na Terra ou na Lua). A Agencia Espacial Norte-Americana declarara que o vôo orbital humano "Apolo-7" que inaugurava o programa estadunidense x "homens na Lua" constituiu um x "exito de 101 por cento."

Escrito por:

Do Correio