Publicado 02/05/2019 - 06h00 - Atualizado 01/05/2019 - 15h59

Por Do Correio

Dois caçadores ilegais foram pilhados pelo fiscal Mário de Camargo

Reprodução

Dois caçadores ilegais foram pilhados pelo fiscal Mário de Camargo

UM DIA É DA CAÇA E O OUTRO DO CAÇADOR
"Um dia é da caça e outro do caçador". Este e um provérbio popular muito conhecido, e que expressa muito bem o seu sentido. Mas, os caçadores, notadamente os amadores, não se deixam influenciar por êstes dizeres que, ao que parece, têm um fundo de verdade. Em Campinas e região, principalmente nestes últimos dias, tem prevalecido o dia da caça, pois, como ainda não foi aberta a temporada, a fiscalização da Divisão de Caça e Pesca do Departamento da Produção Animal da Secretaria da Agricultura está agindo e punindo todos os infratores. Num dêsses domingos passados, a reportagem do Correio Popular acompanhou uma "caçada" aos caçadores ilegais, executada pelo fiscal de Caça e Pesca do Departamento da Produção Animal, Mário P. Camargo.
 
OBRAS DO PONTILHÃO DA VILA PROUST DE SOUZA
Acompanhado de auxiliares Imediatos, o prefeito Orestes Quércia percorreu o local onde no govêrno anterior foram paralisadas as obras do Pontilhão da Vila Proust de Souza, serviço que não deveria ter sofrido solução de continuidade, uma vez que se trata de passagem obrigatória para os bairros ali situados. Acolhendo as reivindicações dos moradores dos bairros em apreço e considerando-se das mais justas, ontem mesmo o prefeito Orestes Quércia determinou ao secretário de Obras, Homem de Mello, que sejam tomadas as medidas indispensáveis para uma rápida conclusão das obras daquele pontilhão, o que acontecerá para satisfação de numerosa coletividade que ali reside.
 
RENÚNCIA NÃO AFETOU RELAÇÕES FRANÇA-EUA
A renúncia do general de Gaulle não deveria afetar de grande modo as relações franco-norte-americanas tal como estas se perfilavam depois da viagem pela Europa do presidente Nixon, afirmavam aqui ontem à noite os meios diplomáticos. O chefe do Estado norte-americano quis difundir ontem fato sem precedentes — o têxto da mensagem pessoal que havia dirigido ao ex-presidente francês. Ambos os estadistas mantinham cordiais relações desde a primeira visita ao Eliseu de Richard Nixon, quando era vice-presidente do general Eisenhower.

Escrito por:

Do Correio