Publicado 28/04/2019 - 11h46 - Atualizado 28/04/2019 - 11h49

Por Léa Macedo

Hotel Gungaporanga: conforto, vista para o mar e boa gastronomia

Léa Macedo / AAN

Hotel Gungaporanga: conforto, vista para o mar e boa gastronomia

Um dos maiores balneários turísticos de Alagoas, frequentado tanto pelos alagoanos como pelos visitantes do litoral sul do estado, a pequena cidade de Barra de São Miguel encanta por sua beleza estonteante. Indicada para quem busca lazer e descanso, está distante apenas 30km da capital, Maceió, e fica pertinho da famosa Praia do Gunga, um dos cartões-postais da região.
Quando a maré está baixa, o mar é cortado por um paredão de recifes que deixa as águas tranquilas e forma uma bela piscina natural. Além da Praia do Gunga, outras ótimas alternativas são as lindas Praia do Niquim, que possui estrutura de barracas, Praia do Meio, recomendada para surf, e Barramar, ótima para relaxar e descansar.
Do Mirante Alto de Santana pode-se ver o encontro do rio, lagoa e mar. O panorama é maravilhoso: a mistura do intenso azul do oceano, ornamentado com o verde dos coqueirais. Visual que merece contemplação.
Barra de São Miguel: o mar é cortado por um paredão de recifes
A Barra é bastante calma na maior parte do ano, porém no Verão recebe muitos visitantes de todas as idades, alterando a rotina da cidade com muita animação. Para se ter uma ideia, no carnaval a população da cidade – cerca de oito mil habitantes – quase duplica. As festas acontecem por toda parte.
O destino oferece opções para jovens e adultos. Durante o dia, as praias são a atração principal e a melhor pedida é curtir o sol e relaxar no mar de águas mornas. À noite, há alguns restaurantes e, especialmente na alta estação, acontecem shows e outros eventos no centro da cidade.
Para quem busca tranquilidade e paz, mesmo no período de alta estação – de novembro a fevereiro –, a dica é escolher os hotéis mais afastados do centro, que oferecem conforto, vista para o mar, atendimento de excelência e boa gastronomia. O Gungaporanga é um deles, e ganhou pela quinta vez consecutiva o Certificado de Excelência do TripAdvisor, um reconhecimento dos próprios hóspedes.
Palateia
São 748 hectares de mangue escondido em meio à mata Atlântica, onde encontramos um vila de pescadores remanescentes quilombolas e indígenas que sobrevivem da maricultura. A Cacimba do Venâncio é um dos olhos d´água que abastece o Rio São Miguel. Fica na comunidade de Palatei, região do Lago Roteiro no município de Barra de São Miguel
É nesse cantinho escondido que é encontrado o Sururu, um pequeno molusco considerado um dos ícones da identidade cultural alagoana e patrimônio Imaterial do Estado. Massunim, símbolo da Barra de São Miguel, é a maior fazenda produtora de ostras do estado. Durante a visita à comunidade é possível realizar trilhas (adulto e kids), conhecer a casa de cultura local, fazer um passeio de canoa artesanal até o cultivo de ostras e conhecer tudo sobre essa produção.
Outro meio de sustento na comunidade é a produção de mel e própolis vermelho, especialmente produzido na região, que já é um artigo patenteado e em estudo para cura de algumas doenças.
Essa vivência na Reserva Palateia inclui uma visita à casa dos nativos, onde você pode conversar, conhecer seu modo de vida, degustar pratos típicos e comprar algumas lembrancinhas.

Escrito por:

Léa Macedo