Publicado 29/04/2019 - 10h45 - Atualizado 29/04/2019 - 10h45

Por France Press

Inundações deixam mais de 30 mortos na Indonésia

AFP

Inundações deixam mais de 30 mortos na Indonésia

As inundações e deslizamentos de terra provocados pelas chuvas torrenciais deixaram mais de 30 mortos e vários desaparecidos na Indonésia, anunciaram as autoridades.
Os deslizamentos e inundações são frequentes no arquipélago do sudeste asiático, em particular no período de monções, entre outubro e abril.
A agência de gestão de catástrofes informou que 29 pessoas morreram e 13 estavam desparecidas na província de Bengkulu, na ilha de Sumatra.
Na província vizinha de Lampung, um deslizamento de terra matou seis pessoas da mesma família. Em Jacarta as inundações deixaram dois mortos.
Em Bogor, localidade próxima a Jacarta, 14 pítons escaparam de uma propriedade privada com o aumento do nível da água.
Seis serpentes, algumas delas com mais de quatro metros, foram recuperadas, mas oito continuam livres.
As autoridades que 12.000 habitantes da província de Bengkulu e 2.000 de Jacarta foram obrigados a abandonar suas casas.
As autoridades explicaram que os efeitos do mau tempo são agravados em Sumatra pela extração ilegal de carvão, que enfraquece os solos e favorece os deslizamentos.
"Além dos fatores naturais como as fortes chuvas, (as inundações) foram provocadas pela atividade humana que destrói o meio ambiente", declarou Doni Monardo, diretor da agência nacional de gestão de catástrofes.
Os ativistas do meio ambiente alertam há muito tempo que o desmatamento provocado pelas atividades de mineração poderia provocar uma catástrofe.
Em março, dezenas de pessoas morreram no desabamento de uma mina ilegal na ilha Célebes.
A Indonésia tem dezenas de minas ilegais. O arquipélago de quase 17.000 ilhas é um dos países mais afetados pelos desastres naturais, com terremotos e erupções vulcânicas frequentes.

Escrito por:

France Press