Publicado 26/04/2019 - 16h54 - Atualizado 26/04/2019 - 16h56

Por Estadão Conteúdo

Eduardo Barroca é o técnico do Botafogo

Divulgação

Eduardo Barroca é o técnico do Botafogo

Após 10 dias de treinos, Eduardo Barroca vai estrear no comando do Botafogo contra o São Paulo, neste sábado, às 16 horas, no estádio do Morumbi, na capital paulista, em jogo da primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o treinador esbanjou otimismo ao falar da busca pelo protagonismo na competição, com um equipe corajosa e aguerrida.
"Falei aqui que o que estou cobrando deles é um jogo de protagonismo, coragem, e entendo que quando se veste essa camisa já se tem isso embutido. Quem veste essa camisa tem que querer ganhar todos os jogos. Sabemos que é um adversário difícil fora de casa, mas o nosso objetivo é fazer um grande jogo lá para sairmos com a vitória. Espero um jogo bastante equilibrado e difícil como sempre vai ser um Botafogo e São Paulo. Mas treinamos para jogar e ganhar o São Paulo. Queremos iniciar com uma vitória, trabalhamos em cima disso e vamos para um jogo difícil, mas que podemos ir lá e vencer", disse Barroca.
As nove sessões de treinamento deixam o técnico tranquilo para a estreia na competição nacional. "Estou bastante tranquilo e o que me deixou assim foi a forma de como os jogadores trabalharam nesse período. A entrega dos jogadores foi muito boa, com um nível bastante alto. Sabemos que teremos uma sequência pesada, a responsabilidade de dirigir uma equipe como o Botafogo, mas o bom trabalho feito pelos atletas mantém minha confiança", comentou.
Barroca aproveitou para fazer uma análise do elenco, que considera jovem, mas não garoto. "São jogadores já integrados e que são parte do trabalho. Tive que responder sempre sobre os garotos. É importante diferenciar os jogadores que foram formados no clube e dos jogadores garotos. Não é por ser formado aqui que ele tem que ter a tatuagem de garotos para sempre. São homens, acumulam suas experiências aqui. Estão em condição de igualdade na competição com os demais e isso que trabalho aqui no dia a dia", afirmou.
O treinador evitou fazer comparações com os trabalhos feitos anteriormente no clube. Ele assegurou, porém, que a postura daqui para frente será de um time vencedor e que vai para o Morumbi em busca dos três pontos. "É difícil fazer comparativos com o que aconteceu no passado, com outras circunstâncias. O que posso dizer é que vai mudar a confiança que podemos vencer o São Paulo lá. Estou vendo um grupo trabalhando em alto nível, o que é um indicativo que faremos uma grande estreia".
A provável escalação do Botafogo para o primeiro jogo no Brasileirão é: Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Gabriel e Jonathan; Wenderson, Bochecha e João Paulo; Cícero, Rodrigo Pimpão e Erik.

Escrito por:

Estadão Conteúdo