Publicado 26/04/2019 - 12h18 - Atualizado 26/04/2019 - 15h01

Por Do Correio

Arrecadação do McDonald?s de Hortolândia - Jardim Mônaco

Divulgação

Arrecadação do McDonald?s de Hortolândia - Jardim Mônaco

Ao longo de 2018, a Gincana Bom Vizinho, organizada pelo McDonald’s em todos os restaurantes do Brasil, realizou mais de cinco mil ações solidárias, com o envolvimento direto de mais de 14 mil colaboradores. Nesta semana, em comemoração à semana Mundial do Livro, seis restaurantes da Região do Polo Têxtil, que envolve as cidades de Americana, Santa Bárbara D'Oeste, Hortolândia e Sumaré, arrecadaram cerca de 730 livros que serão entregues a quatro entidades que atendem crianças em situação de vulnerabilidade.
Entidades envolvidas
Em Sumaré, serão entregues 70 livros na Nisfram, Organização da Sociedade Civil sem fins lucrativos que atua desde 2001, promovendo atividades educacionais, culturais, artísticas, esportivas, de lazer e de formação profissional.
Em Santa Bárbara D’Oeste, a entidade beneficiada será a Casa da Criança. Fundada em 1958, a instituição tem como proposta principal o fortalecimento dos vínculos familiares, desenvolvimento da comunidade, promovendo a inclusão social e o resgate da cidadania.
Em Americana, a campanha de arrecadação ainda vai ajudar o Projeto Geladoteca.  O restaurante McDonald’s que fica na Avenida Brasil recebeu 199 livros durante a ação e vai beneficiar a iniciativa do Rotary Club da cidade, que conta com 10 pontos de geladeira com livros e realiza, a cada final de mês, atividades com voluntários para contar histórias para crianças, jovens e adultos.
Com o conceito de autogestão, a geladeira fica em praças públicas com uma operação simples: quem pega algum livro ou revista pode ficar com ele, devolver após a leitura ou até doar novos exemplares. “Por isso contamos com as doações feitas pelo McDonald’s. Com esses livros, poderemos ajudar ainda mais pessoas que tem sede de aprender”, explica o Voluntário Jairo Guilherme da Silva.
A Casa Nova Esperança, que fica em Hortolândia, também está entre as entidades que participam do projeto. Fundada em 2019, a Casa atua na proteção básica da assistência social, além de serviços de convivências e fortalecimentos de vínculos familiares.

Escrito por:

Do Correio