Publicado 30/04/2019 - 07h36 - Atualizado 30/04/2019 - 07h36

Por Henrique Hein e Renato Piovesan

No fim do prazo, 151 mil ainda não declararam

Divulgação

No fim do prazo, 151 mil ainda não declararam

Termina hoje o prazo para a entrega da declaração de Imposto de Renda e, conforme o último balanço divulgado pela Receita Federal, até as 23h59 de domingo cerca de 151 mil contribuintes da Região Metropolitana de Campinas (RMC) ainda não haviam entregue o documento. Das 766.766 declarações esperadas, 615.734 foram recebidas nos 20 municípios que compõem a região, o equivalente a 80,3% do total. Em 2018, a Receita Federal contabilizou 735.842 declarações na RMC. 
No Brasil, balanço divulgado até o meio-dia de ontem computava 24.387.237 declarações recebidas - ainda faltavam pouco mais de 6 milhões para as 30,5 milhões esperadas. O prazo, que começou no dia 7 de março, termina hoje às 23h59.
Para o professor de Ciências Contábeis da Faculdade Anhanguera de Campinas, Thiago Bueno, o alto número de declarações ainda não entregues não chega a surpreender. “O brasileiro continua com esse costume de deixar tudo para a última hora. É algo até psicológico - quanto mais tempo a pessoa tem para cumprir uma obrigação, mais se empurra com a barriga”, comentou.
Mas os atrasadinhos podem acabar sendo punidos no bolso: a multa para o contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74 (o valor máximo corresponde a 20% do imposto devido).
Já quem enviar a declaração dentro do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências e tiver direito a restituição deve recebê-la mais cedo - embora a prioridade seja para idosos, portadores de doenças graves e deficientes físicos ou mentais.
As restituições começam a ser pagas em junho e terminam em dezembro, exclusivamente para os contribuintes cujas declarações não caírem na malha fina.
O LEÃO NA REGIÃO
Americana
2018: 61.772
Previsão 2019: 64.368
Entregues: 52.363
Artur Nogueira
2018: 7.422
Previsão 2019: 7.734
Entregues: 6.231
Campinas
2018: 315.223
Previsão 2019: 328.470
Entregues: 255.065
Cosmópolis
2018: 11.031
Previsão 2019: 11.495
Entregues: 10.163
Engenheiro Coelho
2018: 2.161
Previsão 2019: 2.252
Entregues: 1.726
Holambra
2018: 3.147
Previsão 2019: 3.279
Entregues: 2.710
Hortolândia
2018: 35.751
Previsão 2019: 37.253
Entregues: 31.543
Indaiatuba
2018: 57.154
Previsão 2019: 59.556
Entregues: 48.770
Itatiba
2018: 23.203
Previsão 2019: 24.178
Entregues: 19.750
Jaguariúna
2018: 12.768
Previsão 2019: 13.305
Entregues: 10.556
Monte Mor
2018: 7.532
Previsão 2019: 7.849
Entregues: 6.620
Morungaba
2018: 1.574
Previsão 2019: 1.640
Entregues: 1.327
Nova Odessa
2018: 12.770
Previsão 2019: 13.307
Entregues: 11.194
Paulínia
2018: 28.667
Previsão 2019: 29.872
Entregues: 24.355
Pedreira
2018: 7.281
Previsão 2019: 7.587
Entregues: 6.440
Santa Bárbara d’Oeste
2018: 38.844
Previsão 2019: 40.476
Entregues: 34.208
Sto. Antônio de Posse
2018: 2.960
Previsão 2019: 3.084
Entregues: 2.332
Sumaré
2018: 48.079
Previsão 2019: 50.099
Entregues: 42.039
Valinhos
2018: 37.898
Previsão 2019: 39.491
Entregues: 31.496
Vinhedo
2018: 20.605
Previsão 2019: 21.471
Entregues: 16.846
RMC
2018: 735.842
Previsão 2019: 766.766
Entregues: 615.734
(declarações entregues até ontem)

Escrito por:

Henrique Hein e Renato Piovesan