Publicado 26/04/2019 - 15h01 - Atualizado 26/04/2019 - 15h02

Por Alenita Ramirez/AAN

A.S.P. foi preso por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito

Divulgação

A.S.P. foi preso por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito

Um homem de 38 anos foi preso em flagrante na noite desta quinta-feira (25), no bairro Jardim Campineiro, em Campinas, em posse de uma submetralhadora calibre 9mm e dois distintivos falsos, sendo um de investigador de polícia e outro de agente penitenciário. O suspeito, identificado pelas iniciais A.S.P., alegou que comprou os emblemas em lojas de acessórios militares e policiais e os usava para se passar por policial, "em alguma situação que lhe conviesse".
O suspeito, que não tinha passagem criminal, foi detido por agentes do 1º Batalhão de Ações Especiais da Polícia (Baep), após denúncias de que no bairro havia um homem que seria "armeiro" (guardador de armas) do PCC e que estaria em um Celta branco.
Com base nas informações, uma equipe passou a patrulhar a região e no Jardim São Marcos encontrou com o carro em circulação, com quatro ocupantes. Houve abordagem, mas nada de ilícito foi achado no veículo. "Após diversas contradições, um dos ocupantes do veículo, confessou que possuía uma submetralhadora calibre 9 mm em sua residência" , contou o tenente da PM identificado apenas por Bonato.
Os policiais seguiram até a casa do suspeito, no Jardim Campineiro, vizinho ao São Marcos, e lá encontraram munições de outros calibres e os distintivos. A.S.P. foi preso por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Escrito por:

Alenita Ramirez/AAN