Publicado 26/04/2019 - 07h35 - Atualizado 26/04/2019 - 07h35

Por Alenita Ramirez

Na casa do suspeito foram encontrados coletes à prova de balas, pasta base de cocaína, um fuzil, uma pistola e vários celulares

Divulgação

Na casa do suspeito foram encontrados coletes à prova de balas, pasta base de cocaína, um fuzil, uma pistola e vários celulares

Um homem suspeito de roubar bancos foi morto após troca de tiros com policiais militares, em Monte Mor, no final da tarde de anteontem. Os policiais chegaram a Wellinton Aparecido Marinho da Silva, de 37 anos, após uma denúncia que um homem escondia armas e drogas em uma casa no Jardim Nova Alvorada.
Uma equipe chegou no local e encontrou o suspeito em frente ao imóvel, mas, segundo a corporação, ele correu para o interior da casa e teria disparado duas vezes contra os policiais. Os tiros acertaram o escudo balístico. Houve revide e Silva foi atingido com um tiro de fuzil no nariz e outro de pistola no peito.
Na residência foram encontrados coletes à prova de balas, pasta base de cocaína, um fuzil AK-100 7.62, 21 munições, uma pistola 9 milímetros e emulsões. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi chamado para recolher explosivos.
De acordo com a polícia, o suspeito teria fugido de uma penitenciária no Paraná, em 2018. Ele seria um dos 29 detentos que foram resgatados por criminosos. Santos morava em Monte Mor com a família, usava documentos falsos e também integrava uma quadrilha de roubo a empresas de valores. Além disso, teria sido responsável pela morte de um policial em Hortolândia. Durante a perícia técnica foi achado R$ 1.130.

Escrito por:

Alenita Ramirez