Publicado 15/03/2019 - 07h40 - Atualizado 15/03/2019 - 07h40

Por Francisco Lima Neto

Integrantes da Pernas de Aluguel na edição passada da prova

Divulgação

Integrantes da Pernas de Aluguel na edição passada da prova

A largada da 23ª edição da Corrida da Lua será amanhã. Pelo quarto ano consecutivo, o evento terá a participação mais que especial da ONG Pernas de Aluguel, que leva pessoas com deficiência (pcd) para as provas.
A ONG vai participar com 50 corredores voluntários e 15 pessoas com deficiência. De acordo com João Marcelo Eleotério, coordenador da Pernas de Aluguel, participar da corrida à noite é especial para essas pessoas. "As pessoas, às vezes, os veem como incapazes, mas lá com a gente na corrida não. Eles estão íntegros e é como se não tivessem nenhuma deficiência", afirma.
Segundo Eleotério esses eventos fazem muito bem para esse propósito. "A felicidade estampada no rosto deles deixa isso bem claro. Eles são integrados na corrida.”
A largada da corrida acontece às 20h, na Praça Arautos da Paz, no Taquaral. A prova tem caminhada e corrida 6k e 10k.
José Victor Vieira Salgado, doutor em biodinâmica do movimento, diz que hoje deve ser um dia de descanso para os corredores inscritos. Ele, que é professor de Educação Física, diz que o descanso e alimentação são muito importantes para que o participante chegue na competição com as reservas de energias íntegras, assim como a musculatura.
"É preciso ter controle", ressalta. Salgado não abre mão do planejamento para que o corredor fique tranqüilo e não tenha contratempos. "Já começar a organizar as roupas que vão ser usadas. Também tem a questão do tênis. Não pode ser novo, tem que ser um tênis que já está acostumado a usar.”

Escrito por:

Francisco Lima Neto