Publicado 21/03/2019 - 06h00 - Atualizado 19/03/2019 - 14h48

Por Do Correio

Na pequena praça existente no Cambuí, algumas árvores altas, de folhagem muito fechada, sediam colonias de morcegos

Reprodução

Na pequena praça existente no Cambuí, algumas árvores altas, de folhagem muito fechada, sediam colonias de morcegos

MORCEGOS, A INCRÍVEL AMEAÇA VOADORA
A grande ameaça que o excesso de morcegos está oferecendo a população da cidade, particularmente aos moradores de uma vasta região que compreende partes do Centro, Bosque e Cambuí, assume a cada dia, proporções maiores, inspiradoras dos cuidados — até agora não existentes de parte das autoridades sanitárias de Campinas. Como se sabe, os morcegos são responsáveis pela transmissão de inúmeras doenças contagiosas, particularmente a raiva, a febre aftosa, e as infecções pulmonares. Tradicionalmente reconhecido com a um animal de caverna, o morcego todavia pode habitar quase que em qualquer lugar, onde haja sombra e umidade. Em Campinas, prédios velhos, e o alto das árvores muito copadas sediam a maioria dos focos principais de morcegos uma ameaça que a exemplo do que já aconteceu na Europa, pode assumir dimensões incontroláveis se não eliminada em tempo habil.
 
AUTARQUIA PARA A LIMPEZA PÚBLICA
Ao ocupar a tribuna na sessão de ontem, à noite, da nossa Edilidade, o vereador Antonio Rodrigues dos Santos Junior, referiu-se as deficiências existentes nos serviços de Limpeza Pública da cidade, considerando-os arcaicos e, portanto, a exigirem modificações e reestruturações totais no organismo. Por isso, apresentou um estudo substancioso, em forma de indicação porque o assunto é de exclusiva competência da Prefeitura, com um ante-projeto, transformando a Limpeza Pública em autarquia. São quatro capítulos, com varias secções e 41 artigos, nos quais a sua iniciativa se oferece, plenamente, consolidade e a merecer mesmo a atenção do Executivo. Passaria a se chamar o orgão "Departamento Autárquico de Remoção de Lixo e Entulhos", com a sigla "DARLE".
 
FOGUETE VIETCONG ATINGE CARGUEIRO
O navio de carga norte-americano "Lafayette", foi atingido ontem por um foguete vietcong, quando navegava pelo canal do porto de Saigon, informou-se hoje aqui. Os danos que sofreu foram leves e não houve vitimas. O navio foi atacado duas vêzes com foguetes na distância de quatro quilómetros. Os 14 projeteis que dispararam contra êle, somente um atingiu ao alvo. A Linha McNamara para detectar infiltrações inimigas no Vietnã do Sul não deu resultados, declarou o secretário da Defesa Melvin Laird.

Escrito por:

Do Correio