Publicado 17/03/2019 - 06h00 - Atualizado 15/03/2019 - 14h33

Por Do Correio

Este é o prédio do Grupo Escolar Padre José dos Santos, onde quase mil crianças recebem os primeiros ensinamentos

Reprodução

Este é o prédio do Grupo Escolar Padre José dos Santos, onde quase mil crianças recebem os primeiros ensinamentos

CAMPOS ELÍSIOS: O BAIRRO VERDE DE CAMPINAS
Iniciando a série "Nossos Bairros São Assim", focalizamos hoje o Novo Campos Elísios, o bairro verde de Campinas. Sua história, bastante interessante, mostra o que a iniciativa particular, bem organizada, conseguiu fazer em prol de uma comunidade trabalhadora, e que pensa no progresso de uma cidade. Tudo começou por volta de 1950, quando a Companhia Melhoramentos de Campinas loteou a enorme gleba e iniciou a construção das primeiras cinquenta residencial, de um total de trezentas. Em pouco tempo, estava formado um núcleo residencial pequeno, mas que tudo fazia crer que o progresso passaria por ali. E foi realmente o que aconteceu. Daqueles primeiros moradores, depois de passados 19 anos, a população do Novo Campos Elísios é hoje estimada em quatro mil habitantes aproximadamente.
 
HOMEM FOI MARCADO PELO DISCO VOADOR
Mais um caso de estranhas características ocorreu há dias passados, quando o jovem Paulo Neiva, morador da rua Borges Pinto, no Guanabara, viu-se envolvido em mais uma fascinante aparição de objetos voadores não identificados, desta vez de forma violenta, a exemplo do que já sucedeu com o comerciante Angelo Randi na estrada de Hortolândia, nas proximidades da rodovia Campinas-Monte-Mór. O caso de Paulo Neiva, reveste-se de especial importância, uma vez que o disco voador deixou uma marca em seu corpo, testemunho insofismável da anormal ocorrência. Paulo transitava pela rodovia Heitor Penteado, no sentido Campinas - Sousas. Ia com dois amigos, em velocidade moderada. A noite estava clara, todos exceto Neiva, que dirigia mantinham-se em silêncio.
 
ASSIM SE CONSTRÓI UM NOVO BRASIL
O ano letivo apenas começou, e se você possui filhos em idade escolar, deve ter observado o quanto está diferente o colégio que êles agora frequentam. Diferente nos métodos de ensino, nos currículos e até na filosofia do ensino. Você sabe que as escolas de grau médio e primário multiplicaram-se nêstes últimos tempos. Muitas delas foram criadas nêste mesmo período de férias, para dar atendimento às novas levas de estudantes aprovados nos exames de Admissão. Além disso, tôda a gente, ainda que indiferente ou distante dos problemas escolares, percebe a preocupação oficial de ampliar e melhorar a rede de escolas.

Escrito por:

Do Correio