Publicidade

Publicado 09/02/2019 - 06h00 - Atualizado 08/02/2019 - 14h25

Por Do Correio

Discos Voadores são manchete em Campinas. O local, perto da Hípica, onde um dêles apareceu, segundo relato

Reprodução

Discos Voadores são manchete em Campinas. O local, perto da Hípica, onde um dêles apareceu, segundo relato

OS DISCOS VOADORES ESTÃO AÍ... VOCÊ ACREDITA NÊLES?
O mistério dos Discos Voadores volta ao noticiário dos jornais. Tôda a gente fala nêles. Antes, apareciam em lugares exóticos, distantes e desconhecidos. Agora deram para aparecer por aqui mesmo, nos arredores de Campinas, onde foram vistos e fotografados. O interesse pelo enigma cresce. Será que êles existem mesmo? Serão produto de imaginação? Simples ilusão dos sentidos? Visitantes de outros planetas, sêres super-inteligentes em missão de reconhecimento, de guerra, ou de paz? Arma secreta de uma das grandes potências terrestres? Ninguém o sabe, com certeza. Os céticos encolhem os ombros, sorrindo da ingenuidade dos que acreditam em discos voadores. Os outros.... Bem, os outros agrupam-se em diversas categorias: há os que investigam o fenômeno, como aquêle Comandante Auriphebo Simões, que ganhou fama e dinheiro, respondendo sôbre o fenômeno em programa da televisão.
 
CONSELHO DE PREÇOS INVESTIGARÁ EMPRÊSAS
Chegou ontem a São Paulo o ministro Delfim Neto, confirmando aos jornalistas em Congonhas que o Conselho Interministerial de Preços investigará, nos próximos dias, as atividades de 100 emprêsas que tiveram seus , pedidos de aumento de preços indeferidos pelo govêrno no ano passado. O titular da Fazenda revelou ainda que entre as sanções a serem aplicadas a essas emprêsas destaca-se o corte de crédito no. Banco do Brasil. Na Assembléia Legislativa do Recife, em recesso desde sexta-feira, por fôrça de decreto presidencial, terá prosseguimento inquérito militar destinado a apurar denúncias de que o Legislativo viria gastando grandes somas de dinheiro com banquetes e coquetéis de funcionários de nível elevado.
 
NOVAS EXECUÇÕES EM BAGDÁ, NO ORIENTE MÉDIO
A Praça da Independencia está vazia, agora, mas suas vizinhanças estão ainda cheias de maços de cigarros amassados, restos de papéis e lixo. o rastro deixado por uma grande e atordoante multidão. Houve gritos na praça, quando 11 acusados de espionagem pró Israel, judeus a maioria deles, foram en-forcados na semana passa-da. Um adversario do regime do Premier Ahmed Hassam Al Bakr murmurou: "São como bêstas selvagens".

Escrito por:

Do Correio