Publicidade

Publicado 15/01/2019 - 07h37 - Atualizado 15/01/2019 - 07h38

Por Da Agência Anhanguera

Cadeado impede entrada em terreno onde está (ao fundo) uma antena de telefone desativada: matagal e lixo

Leandro Torres/AAN

Cadeado impede entrada em terreno onde está (ao fundo) uma antena de telefone desativada: matagal e lixo

Um terreno ocupado por uma antena de telefone desativada, localizado no bairro Parque Industrial, Rua João Batista Pupo de Moraes, altura do nº 162, vem gerando dor de cabeça para os moradores. O local apresenta um matagal alto, que vem gerando proliferação de ratos, e poças d´água em épocas de chuva.
Morador do bairro, Osvaldo Capelatto, 82 anos, salientou que, inclusive, o terreno é usado para descarte irregular de entulho.
Ainda segundo ele, após a desativação da antena, serviços de limpeza foram enviados ao local, no entanto há mais de um ano que o lixo tomou conta do lugar.
Na tentativa de solucionar o problema, moradores tentaram se comunicar com a empresa responsável pelo terreno, através do contato indicado em uma placa presente no local, mas nunca foram atendidos. A placa inclusive foi retirada após algum tempo, tornando impossível ouvir a versão da empresa.
Outro lado
Em resposta, a Prefeitura de Campinas afirma que os terrenos particulares são de responsabilidade do proprietário. A Coordenadoria de Fiscalização de Terrenos (Cofit) notificará o proprietário para providenciar a limpeza. Se não for feita, será multado. A população deve se conscientizar e não praticar o descarte irregular, o que causa inúmeros males à saúde e também ao meio ambiente, adverte a Prefeitura, em nota. Os moradores podem acionar o poder público por meio do telefone 156 e pelo aplicativo Colab, e apontar os terrenos que precisam de manutenção.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera