Publicidade

Publicado 26/01/2019 - 06h00 - Atualizado 25/01/2019 - 14h54

Por Do Correio

O Banco Comercial tem contribuído em muito para o progresso e a pujança de Campinas, através de sua Agência local

Reprodução

O Banco Comercial tem contribuído em muito para o progresso e a pujança de Campinas, através de sua Agência local

PERSPECTIVAS FAVORÁVEIS PARA 1969
O relatório da diretoria do Banco Comercial do Estado de São Paulo S.A. tombem constitui uni documento de otimismo sobre a situação econômico-financeira do Pais. É um trabalho sério e faz análise ponderada sobre o combate à inflação e o problema do crédito. Assinam o relatório os srs. Francisco de Paula Vicente de Azevedo, presidente; Jayme Loureiro Filho, vice-presidente; Emmanuel Whitaker, superintendente; José Bonifácio Coutinho Nogueira, gerente; Alberto Emmanuel Whitaker, secretário; Nelson Vaz Moreira e Itacolomy Teixeira de Andrade, adjuntos. O relatório assinala, de início: - Perseveraram as Autoridades na sua luta tenaz contra a inflação, com resultados positivos sob um ponto de vista geral. Contrabalançaram-se os índices de produção, melhorando os da faixa industrial e o de preços, equilibrando-se os da agropecuária e comércio interno, declinando os de exportação em confronto com os de importação.
 
SEPULTADO JOVEM HERÓI TCHECO
Em meio a um clima de grande tensão, somente igualado ao tempo da invasão do país pelas tropas do Pacto de Varsóvia, realizou-se ontem à tarde o sepultamento do estudante Yan Palak que se suicidara pelo fogo em sinal de protesto pela dominação soviética. Tôdas as forças policiais e do Exército foram mobilizadas para conter qualquer perturbação durante os funerais, atendendo a determinação do presidente Svodoba. Alexander Dubsek, líder reformista, rompeu o seu silêncio e lançou dramático apêlo aos seus compatriotas, exortando-os a não perder a calma, o que poderia desencadear nova invasão da Tchecoslováquia.
 
INSTALADA REUNIÃO SÔBRE O VIETNÃ
Iniciou-se oficialmente a conferência de paz no Vietnã com as delegações dos Estados Unidos, Vietnã do Sul, do Norte e da Frente de Libertação Nacional se defrontando no Hotel Majestic, onde funciona o centro internacional de conferências, dependência do Ministério do Exterior francês. O ambiente que reinava entre a grande multidão reunida em frente ao edifício da conferência se tornou tensa com a chegada dos delegados. A polícia teve que agir com violência para serenar os ânimos dos manifestantes partidários do sul e norte-vietnamitas.

Escrito por:

Do Correio