Publicidade

Publicado 08/01/2019 - 06h00 - Atualizado 07/01/2019 - 14h57

Por Do Correio

Os banhos de sol, fazem do verão um período especial para quem quer adquirir uma deliciosa tonalidade amorenada

Reprodução

Os banhos de sol, fazem do verão um período especial para quem quer adquirir uma deliciosa tonalidade amorenada

ÊSTE É UM VERÃO DE VERDADE
O Verão chegou e já está em plena ação, com seu sol, seus dias maravilhosos, seus perigos e, principalmente, com as suas tradicionais férias, que atingiram primeiro o meio escolar, mas que a esta altura já estão nas indústrias, onde as coletivas já ocupam os lugares de milhares de operários. O calor deste nosso verão tropical, um verão de verdade, veio de leve, primeiro apenas apresentando as primeiras secas, os dias sem nuvens, os céus estrelados, a temperatura muito amena. Depois veio o Natal, pela primeira vez sem chuvas num período de três anos, e no "reveillon" o Verão apresentou-se abertamente fazendo do último, um dos dias mais quentes do ano. Mas há os perigos: desidratação, insolação, pressão alta etc., tudo isso pode ameaçar a população (particularmente a infantil) nestes dias de muito calor.
 
FACULDADE BRASILEIRA NÃO É MODERNA
Abordando a situação das nossas faculdades de medicina, 'O Estado' divulgou ontem o seguinte comentário: "Nos Estados Unidos, as novas Faculdades são modelos de integração vertical, tudo é moderno, as escolas vão acompanhando o progresso das ciências, da Medicina. Por exemplo, os laboratórios são multidisciplinares; o estudante não mais corre de sala para sala, par ter aula de cada matéria; o professor vai até êle, onde o aluno tem seus livros, equipamentos, sua mesa de estudos, que serve para qualquer cadeira. No Brasil, a maioria de nossas Faculdades segue modêlos antigos e, quando há necessidade de modernização, as estruturas existentes têm que ser modificadas.
 
FRANÇA PROIBE REMESSA DE ARMAS PARA ISRAEL
O govêrno frances extendeu o embargo a todo tipo de armas destinadas a Israel, confirmou-se em Paris, em fontes autorizadas. Esta medida, acrescentou-se, tem um carater de advertencia, com base no ataque israelense contra o aeroporto de Beirute. O referido ataque foi julgado pelo governo frances desproporcional com o pretexto invocado por Israel e capaz de agravar a situação no Oriente Médio. O embargo francês sôbre o abastecimento de armas a Israel, não afetará ao potencial de sua aviação ou de qualquer outro armamento, declarou o "Jerusalem Post", referindo-se a "meios informados".

Escrito por:

Do Correio