Publicidade

Publicado 16/12/2018 - 06h00 - Atualizado 14/12/2018 - 14h59

Por Do Correio

Este é um dos carros modernos, com ar condicionado, poltronas reclináveis e outros melhoramentos

Reprodução

Este é um dos carros modernos, com ar condicionado, poltronas reclináveis e outros melhoramentos

AGORA VOCÊ PODE IR A BRASÍLIA DE TREM
A Companhia Mogiana de Estradas de Ferro fará circular hoje o primeiro trem regular de passageiros entre Campinas e Brasília, em tráfego mútuo com a Viação Férrea Centro-Oeste. A medida foi tomada, como resultado de entendimentos mantidos entre a direção da via férrea e o Ministério dos Transportes, através do Departamento Nacional de Estradas de Ferro. Vindo do Rio de Janeiro, o primeiro trem de passageiros para a capital da Republica partirá da Estação da Paulista (tronco da Mogiana), precisamente às 10,30 horas. Na Capital brasileira, o comboio deverá chegar amanhã, às 10,30 horas, aproximadamente. De acordo com as informações prestadas pela direção da Companhia Mogiana, o Bandeirante, êsse o nome do trem, partirá de Campinas todas as segundas e quintas-feiras, excetuando-se nesta primeira semana, pois 9 trem parte hoje.
 
AMAZÔNIA É UM PARAÍSO VERDE QUE PODE RENDER DIVISAS
A Amazônia, até a Pouco tempo conhecida apenas através de leituras didáticas, passa a ocupar últimamente lugar de destaque no noticiário da imprensa carioca e paulista, devido às transformações por que passando e à importância que está assumindo na vida econômica e política da Nação. A venda de terras a estrangeiros e o contrabando são assuntos muitos abordados sobre a Amazônia, mas que já estão se esgotando, enquanto que o índio, a flora e a fauna começam a subir de cotação para os pesquisadores da informação que se interessam por essa parte do Brasil. O jundiaiense Raymond Caumont, aqui popularmente conhecido por Baby, é um sertanista que há mais de seis anos vive em contato com a Amazônia.
 
PROPAGANDA: O MUNDO SEGUNDO IMAGEM
No meio da multidão e caminhando pelas ruas, segue o homem comum. Ele pára numa esquina e compra os cigarros "São Paulo", passa por uma banca de jornais e compra o "Jornal do Dia", está usando aquele tecido formidável no seu terno, sua camisa é feita de uma textura especial, e seus sapatos dão-lhe "um toque de grande masculinidade". Ele é apenas mais um na grande massa de consumidores, que a máquina indutora mais perfeita do século, a propaganda, orienta e influencia.

Escrito por:

Do Correio