Publicidade

Publicado 11/12/2018 - 06h00 - Atualizado 10/12/2018 - 14h30

Por Do Correio

Do alto, pela copa das palmeiras, se avalia a distancia em que o solo ficou. E em baixo, o trecho central do jardim Carlos Gomes

Reprodução

Do alto, pela copa das palmeiras, se avalia a distancia em que o solo ficou. E em baixo, o trecho central do jardim Carlos Gomes

MOMENTO DE PAZ NA CIDADE GRANDE
A moldura das palmeiras, primeiro. Palmas firmes e leves na formosura peculiar, os cachos e os troncos manchados de velhice. As árvores, que fresca folharada nas copas antigas e poderosas! E, lá em baixo, os canteiros, e o mosaico português no belo desenho. A distancia os transfigura. O coreto é típico. "Art nouveau" da Bela Época, aquilo que foi um sonho em busca da tranquilidade, "intermezzo" de paz na angustia da Europa, depois do que veio a 1.a Grande Guerra, quando o sangue começou a correr na terra quase que para nunca mais terminar a corrente, — assim como um rio Harmagoden... Ali, o belo coreto, relíquia muito querida com seus Quasímodos a amparar as colunas do estilo. Para além, por entre as árvores, as pratibandas do Instituto de Educação "Carlos Gomes".
 
GASTO INÚTIL COM O TRIBUNAL DE CONTAS
A Câmara Municipal vai discutir Amanhã o projeto enviado pelo prefeito Ruy Novaes criando em Campinas um Tribunal de Contas. Algumas vozes já se manifestaram na edilidade contra o malfadado projeto, que ocasionará um rombo de cêrca de 100 milhões mensais no erário do Município. Assim é que a cidade aplaudiu e viu com respeito a posição tomada por verdadeiros representantes do povo naquela Casa, de combate veemente àquêle monstrengo. São nomes que dignificam o conceito político de nossa gente. esses edis, como nós, aqui, no Correio Popular, não perderam tempo em discutir o aspecto legal ou não da instituição do malfadado Tribunal de Contas, mas na sua inutilidade e inoperância.
 
COSMONAUTAS SOVIÉTICOS TREINAM VÔO À LUA
Um grupo de cosmonautas soviéticos treina atualmente para realizar vôos em direção à Lua ou circunlunares, declarou, ontem o cosmonauta Gheorghi Beregovoi em uma entrevista concedida em Moscou à agencia hungara MTI. Acrescentou que participaria pessoalmente do treinamento de outro grupo de cosmonautas que se prepara para efetuar vôos circunterrestres a bordo de naves espaciais do tipo "Soyuz". Solicitado a dar sua opinião sobre o programa norte-americano "Apoio", Beregovoi respondeu dizendo que os soviéticos "encaram o problema de outra maneira".

Escrito por:

Do Correio