BCCL faz exercício de tiro em PedreiraBaú da RAC - Há 50 anos
Publicidade

Publicado 06/12/2018 - 06h00 - Atualizado 05/12/2018 - 14h43

Por Do Correio

Um grupo de soldados quando esperava pela sua vez de atirar, pela vez primeira com o canhão de 33mm

Reprodução

Um grupo de soldados quando esperava pela sua vez de atirar, pela vez primeira com o canhão de 33mm

BCCL FAZ EXERCÍCIO DE TIRO EM PEDREIRA
Conforme estava previsto, o 1.o Batalhão de Carros de Combate Leves, unidade militar sediada nesta cidade, executou ontem em Pedreira, a última etapa dos exercícios militares necessários ao perfeito domínio do material pelo soldado, com a realização do tiro real com os canhões de 37 mm, instalados nos carros de combate; metralhadoras, lança-rojões e morteiros. A localidade onde estão sendo realizados os exercícios amanheceu sob os estampidos proporcionados pelos canhões. Desde a noite de anteontem, os 241 homens que se encontram acampados no "Retiro", localidade distante 3,5 quilômetros da cidade de Pedreira, foram movimentados, no sentido de que o treinamento, o último do corrente ano, fosse perfeito.
 
EXÉRCITO: FARTA DOCUMENTAÇÃO SUBVERSIVA
O comandante do I Exército gen. Sizendo Sarmento, exibiu ontem à imprensa, na Guanabara, amplo material apreendido em Belo Horizonte que comprova as atividades subversivas dos padres franceses e do seminarista Geraldo da Cruz. Os religiosos estão sendo acusados de participação do movimento juventude operária católica que tem âmbito mundial. Falando aos jornalistas, o cel. Portela, chefe do Estado Maior do I Exército, afirmou que o movimento prega a formação de idéias novas para um mundo novo, tendo como definição politica uma linha socialista de auto-crítica. Disse ainda que dentro desta idéia os jovens distribuem para as diversas regiões grupos de conscientização que procuram motivar os operários e camponeses.
 
DELEGAÇÃO DE SAIGON CHEGA DOMINGO A PARIS
A delegação do governo de Saigon na Conferencia de Paris sobre o Vietnã chegará a capital francesa no próximo domingo ao meio dia informou fonte autorizada. Os delegados sul-vietnamitas viajarão a bordo de um avião especial da Companhia Air Vietnam, com capacidade para 80 passageiros. Farão parte da delegação o vice-presidente sul-vietnamita Nguyen Cao Ky e o embaixador Phan Dang Lan, consul geral da França no Vietnã do Sul. A lista completa dos delegados ainda não foi publicada devido a decisão da Assembleia Nacional Sul-Vietnamita de exigir que seja ratificada pela totalidade do parlamento e não pela Assembléia Nacional e o Senado unicamente.

Escrito por:

Do Correio