Buraco incomoda na Lagoa do Taquaral
Publicidade

Publicado 14/11/2018 - 07h38 - Atualizado 14/11/2018 - 07h38

Por Do Correio

Buraco foi preenchido com terra, mas os riscos só aumentaram

Thomaz Marostegan/Especial para a AAN

Buraco foi preenchido com terra, mas os riscos só aumentaram

Os corredores da Lagoa do Taquaral podem começar a competir na categoria de corrida com obstáculos. Próximo à marca de 500m da calçada de caminhada, a partir do ponto zero, um buraco largo e profundo toma conta da passagem de pedestres e os obriga a avançar na pista reservada aos ciclistas. Os usuários estão na bronca com o desleixo e afirmam que várias reclamações já foram feitas para o 156, mas nenhum reparo foi feito.
A reportagem do Correio Popular esteve no local e confirmou a aflição dos usuários. O buraco, que ocupa toda a largura da passagem, foi coberto com terra para amenizar os riscos. Entretanto, os usuários da via afirmam que, com o período de chuvas, a terra vai cedendo, e abrindo pequenas erosões dentro do buraco. Além disso, por estar coberto de terra, se tornou escorregadio.
Segundo um usuário assíduo da pista que preferiu não se identificar, o problema já persiste há alguns meses, e piora quando escurece. “Muitas pessoas vêm correr a noite, depois do trabalho, e a pouca iluminação do local faz com que seja ainda mais difícil ver o buraco”, contou. Além dele, Maria Aparecida Ferreira e Fátima de Oliveira, donas de casa com 50 e 51 anos, respectivamente, estão indignadas com o descaso. “É uma pena isso”, afirmou Maria Aparecida. Além disso, Fátima conta que a medida paliativa para que ninguém caia é perigosa. “De vez em quando, colocam um pedaço de pau fincado na terra, como quem diz ‘cuidado’, mas nada além disso”, contou.
Em nota, a Prefeitura de Campinas informou que o Departamento de Parques e Jardins (DPJ) faz manutenções regularmente das áreas interna e externa do parque e que a pista de caminhada externa recebeu manutenção recentemente. "Uma equipe do DPJ irá checar o que está ocorrendo para tomar as providências necessárias o mais rapidamente possível. A população pode acionar a Prefeitura e solicitar os serviços por meio do telefone 156. No caso de demandas relacionadas aos parques da cidade, os frequentadores também podem avisar a administração, que funciona dentro do parque”, informou a nota.

Escrito por:

Do Correio