Buraco transforma rua em pista de autocross
Publicidade

Publicado 19/10/2018 - 08h13 - Atualizado 19/10/2018 - 08h13

Por Da Agência Anhanguera

Erosões na rua Baroneza Geraldo de Resende preocupam motoristas

Thomaz Marostegan/Especial para a AAN

Erosões na rua Baroneza Geraldo de Resende preocupam motoristas

Os moradores da Vila Rossi e Borchi reclamam da situação do asfalto do bairro. Duas erosões na rua Baroneza Geraldo de Resende obrigam os motoristas que passam por lá a fazerem manobras arriscadas para não se tornarem vítimas dos buracos e os colocam em risco de se envolverem em acidentes de trânsito. Com um grande fluxo de veículos, incluindo ônibus e motos, os riscos de acidentes aumentam. Para os moradores do condomínio de prédios, que fica em frente a um dos buracos da via, entrarem em casa é um problema.
A reportagem do Correio Popular, em visita ao local, confirmou o medo de diversos motoristas que têm de escolher entre colidir o carro ou passar pela erosão. Para os moradores do prédio, a manobra é tão complicada quanto para os condutores que passam na rua: para desviar, é preciso manobrar o veículo no portão de acesso ao condomínio. Os carros dividem a faixa da direita com os dois buracos, que, devido às chuvas, se tornaram ‘piscinas’ de água suja. Ainda segundo eles, é preciso trafegarcom parte do carro na faixa da esquerda. Além dos carros, ônibus realizam a mesma manobra e travam o fluxo de veículos. Segundo Cristina Criscuolo, geógrafa de 46 anos, os buracos ficaram maiores na metade deste ano. “Minha filha estuda próximo aos buracos, e comecei a notá-los antes das férias de meio de ano. Desde então, eles vêm crescendo”, afirmou Cristina. Segundo ela, muitos motoristas desavisados acabam caindo no buraco. A Prefeitura informou que está trabalhando para executar os reparos de tapa-buracos em toda a cidade. Esta semana, ela iniciou mutirões em vários bairros, que incluem a via.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera