Valinhos tem a terceira morte suspeita
Publicidade

Publicado 05/03/2018 - 08h47 - Atualizado 05/03/2018 - 08h47

Por Da Agência Anhanguera

Valinhos tem a terceira morte suspeita

Divulgação

Valinhos tem a terceira morte suspeita

Mais um morador de Valinhos morreu com suspeita de febre amarela. Trata-se de um homem de 41 anos, que estava internado no Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. Ele faleceu na sexta-feira. Durante todo o dia de sábado (3), a Secretaria de Saúde do município realizou, em oito Unidades Básicas de Saúde (UBS), um mutirão de vacinação contra a doença.
No mês passado, o Instituto Adolfo Lutz confirmou duas mortes por febre amarela em Valinhos. A primeira vítima era um homem de 49 anos, que morreu dia 2 de fevereiro na Santa Casa.
O caso foi autóctone (contraído dentro da cidade). Segundo a Secretaria de Saúde, ele tinha uma casa no Parque das Colinas e uma propriedade no bairro Chácaras Alpinas, na zona rural.
A segunda vítima foi um homem de 35 anos, morador no Jardim Pinheiros, que também ficou internado na Santa Casa. Ele não tinha histórico de viagem para regiões de risco e o bairro em que residia não está entre as áreas de atenção.
O homem que faleceu na sexta-feira morava no bairro Chácaras Alpinas, próximo de uma área de mata, e era vizinho da primeira vítima fatal da doença este ano. Valinhos tem duas mortes confirmadas pela doença, uma em investigação e cinco casos suspeitos de pessoas que se recuperaram.
A Prefeitura pede aos moradores que ainda não tomaram a vacina compareçam às UBS durante a semana para serem imunizados. Não é necessário fazer agendamento e a aplicação é feita até as 16h.
A única exigência é apresentar documento de identidade e comprovante de residência em Valinhos (ou de que trabalha no município). A cidade realiza vacinação em massa contra a febre amarela desde outubro do ano passado, e faz parte da área de risco da doença devido a casos registrados em macacos.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera