Livro traz uma 'au - autobiografia' da Estopinha
Publicidade

Publicado 24/11/2017 - 22h09 - Atualizado 24/11/2017 - 23h14

Por Delma Medeiros

Alexandre e Cynthia Rossi com Estopinha e Barthô

Divulgação

Alexandre e Cynthia Rossi com Estopinha e Barthô

Com direito a sessão de fotos e de “patógrafos” (autógrafos carimbados com a patinha da estrela), Estopinha Rossi lança sua “autobiografia” neste domingo (26), na Livraria Saraiva do Shopping Iguatemi. No livro, com colaboração de Alexandre Rossi, o “pai” da cadelinha, ela conta sua história de superação e sobre as situações engraçadas que já passou. A obra traz ainda dicas de Rossi, especialista em comportamento animal, sobre como adestrar e tratar os animais.
Abandonada pela família, a cachorrinha foi adotada por novos tutores, mas por ser inquieta e sapeca, foi devolvida duas vezes para o abrigo. A história, parecida com a de muitos animais de estimação vítimas de abandono no mundo todo, mudou quando Estopinha encontrou com o “papis” Alexandre Rossi que a adotou em 2010.
Com a ajuda de Rossi, Estopinha foi reeducada, comprovando que mesmo cães adultos podem ser adestrados e conviver em harmonia com sua família. Assim, a situação triste foi revertida e transformada em história de superação. Logo após a adoção, ela se tornou famosa por auxiliar o especialista em comportamento animal em seus programas de televisão e eventos. Hoje, possui quase 3 milhões de seguidores no Facebook e mostra para as pessoas que mesmo um cãozinho com problemas de comportamento pode melhorar e ser muito amado.
Hoje, ela divide a atenção dos pais com o mano Barthô e a gatinha Miah, todos vira-latas. Estopinha e Barthô estarão presentes no lançamento do livro, neste domingo.
Cynthia Rossi diz que quando chegou na vida de Alexandre, a Estopinha já estava com ele há um ano. "No primeiro dia que dormi na casa deles, ela comeu meu sapato. E eu tinha que trabalhar no dia seguinte", comenta divertida. “Mas foi muito bom, porque nunca tinha tido uma conexão forte com os bichos e hoje sou apaixonada por todos”.
Sobre a relação da vira-lata com Barthô, que chegou depois, Cynthia comenta que eles se dão muito bem. “Eles brincam o tempo todo juntos e a Estopinha é superpaciente porque ele late na orelha dela, corre, esbarra.” A caçulinha, que chegou depois de Barthô é a gata Miah. 
CURIOSIDADES
No livro, primeira obra “autobiográfica” de um cachorro no Brasil, os leitores vão acompanhar histórias curiosas e situações engraçadas vividas pela vira-lata, como quando ela aprontou nos bastidores do programa da cozinheira Palmirinha. Também saberão, pela visão de um animal, como a adoção e os cuidados da família com a oferta de carinho, atenção e brinquedos são importantes. Ela leva informação às pessoas por meio de fotos divertidas, que mostram o seu dia a dia. Por ser vira-lata, Estopinha ainda estimula a adoção de animais sem raça definida (SRD). Parte de todos os trabalhos em que ela se envolve é revertida para ONGs e abrigos que cuidam de cães que não têm família.
AGENDE-SE
{TEXT}
4 O quê: Lançamento do livro Estopinha - A Autobiografia da Vira-Lata Mais Amada
do Brasil
4 Quando: Amanhã, às 16h
4 Onde: Livraria Saraiva do Shopping Iguatemi (Av. Iguatemi, 777, Vila Brandina, fone: 3751-1730)
4 Quanto: Entrada franca
Obs.: O livro já está à venda nos sites das principais livrarias

Escrito por:

Delma Medeiros