Morre Bozó, o torcedor símbolo do Guarani
Publicidade

Publicado 25/09/2017 - 17h18 - Atualizado 26/09/2017 - 09h54

Por Alison Negrinho

Morre Bozó, o torcedor símbolo do Guarani

Leandro Ferreira

Morre Bozó, o torcedor símbolo do Guarani

Com muita tristeza e emoção, a cidade de Campinas recebeu a notícia da morte de José Carlos Roque de Oliveira, ou simplesmente Bozó. Torcedor símbolo do Guarani e figura folclórica no município, Bozó faleceu na tarde deste domingo (24) aos 58 anos, vítima de um infarto em sua residência, na Vila Padre Manoel da Nóbrega em Campinas. A morte foi lamentada por ex-jogadores, torcedores e também pelo presidente bugrino, Palmeron Mendes Filho.
"O Bozó refletia bem o espírito e sentimento do bugrino, que é o amor puro pelo Guarani, sem pedir nada em troca. É algo que fazia parte da simplicidade e personalidade dele. Com a máxima certeza deixará uma lacuna grande e que não será preenchida de nenhuma forma", lamentou o mandatário, que revelou que o clube ficará de luto como forma de homenagem até o fim da Série B do Campeonato Brasileiro.
Ligado desde sua infância ao Guarani e sempre visto andando com a camisa do time pelas ruas do centro da cidade, José Carlos recebeu o apelido graças a semelhança com o personagem Bozó, do programa "Chico City", que era exibido no final da década de 1970. Aos poucos, Bozó ganhou popularidade e passou a ser respeitado não só por bugrinos, mas também pelos torcedores de outros times.

Escrito por:

Alison Negrinho