Rota tem sistema que coíbe fugas de pedágio
Publicidade

Publicado 16/07/2017 - 18h46 - Atualizado // - h

Por Inaê Miranda

As câmeras instaladas em 32 cabines de pistas automáticas registram o flagrante e garantem maior rapidez e precisão na identificação dos infratores

Divulgação

As câmeras instaladas em 32 cabines de pistas automáticas registram o flagrante e garantem maior rapidez e precisão na identificação dos infratores

As Rodovias do Corredor Dom Pedro passaram a contar com um novo sistema para coibir a evasão de pedágios nas oito praças administradas pela Concessionária Rota das Bandeiras, que somente nos cinco primeiros meses do ano registraram 44.008 infrações.
As câmeras instaladas em 32 cabines de pistas automáticas registram o flagrante e garantem maior rapidez e precisão na identificação dos infratores.
Homologado pela Agência de Transportes do Estado de São Paulo, o sistema já está operando em parte das cabines e a expectativa é concluir a instalação ainda este ano. O investimento na tecnologia é de aproximadamente R$ 2 milhões.
O sistema foi batizado de Nevada, uma abreviação de “não evada”. A novidade consiste na instalação de três câmeras na pista de cobrança automática, sendo uma frontal, uma traseira panorâmica e uma traseira comum. Todos os equipamentos possuem tecnologia Ultra HD, que facilita a identificação das placas do veículo.
O investimento é de R$ 70 mil para cada cabine que conta com o novo sistema. O diretor de operação da Rota das Bandeiras, Fábio Souza, afirmou que o sistema já está em funcionamento e as multas estão sendo enviadas ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e os primeiros evasores já estão recebendo as multas pelo órgão.
Com o Nevada, após o registro de uma possível evasão, o sistema gera fotos e um vídeo para fazer a verificação da ocorrência. Todo o material é enviado para o Centro de Controle de Arrecadação da concessionária, que faz as análises da ação do condutor.
É preciso verificar se o veículo possui tag ou se o tag não está bloqueado, além de uma série de outros itens. Caso a infração fique comprovada, os dados são enviados para o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-SP), órgão responsável por emitir a autuação, e os vídeos ficam registrados pela concessionária. “No caso de tag bloqueado, por falta de pagamento ou troca indevida de tag, a concessionária faz checagem com a operadora do sistema de arrecadação, confirma se tag está bloqueado e se tiver vai direto para emissão de multa”, explicou Souza.

Números altos
De acordo com a concessionária, em 2016, o número de evasões em todo o Corredor D. Pedro chegou a 101.348 ocorrências, ou seja, uma evasão a cada cinco minutos. Após a realização de um estudo, a Rota das Bandeiras constatou que 92% das evasões ocorrem nas vias de cobrança automática. Os veículos pesados são os maiores infratores, responsáveis por 53% dos casos verificados.
O novo sistema é bastante eficaz contra os choques contra a cancela e a “seguidinha” , quando um carro passa colado a outro que vai à frente, as principais técnicas usadas pelo usuário para evadir o pedágio. Para não serem pegos, os infratores costumam cobrir as placas do veículo.
“O número de evasões é bastante alto e vem crescendo assustadoramente. Na busca de cessar a prática ilegal, a concessionária vem atuando com a Artesp e a Polícia Rodoviária em fiscalizações rotineiras e, inovando mais, implantou o novo sistema Nevada, que é um sistema automático, já homologado pela Artesp, que detecta a evasão, faz a checagem se o veículo está com tag válido ou não e se confirmado que é um veículo evasor aplica a multa” , afirma Souza.
Além de coibir a prática, o objetivo da implantação do sistema é reduzir os riscos a segurança viária tanto para os usuários como para os trabalhadores das praças.
A instalação do sistema começou pela Rodovia D. Pedro I, que tem as praças onde mais ocorrem esse tipo de infração. Souza acrescentou que o sistema que existia até o momento era manual. Agora é automático, mais preciso e mais rápido.
Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, a evasão de pedágios é considerada infração grave e pode gerar ao condutor multa de R$ 195,23, além de cinco pontos na carteira de habilitação. 

Escrito por:

Inaê Miranda