EPIDEMIA

Primeira morte por dengue em Campinas é investigada

Segundo Secretaria de Saúde, nº de casos confirmados este ano em Campinas soma 2.140

31/03/2014 - 10h48 | Moara Semeghini
moara.semeghini@rac.com.br

Foto: Janaína Ribeiro/Especial a AAN
Em abril de 2013, agente de saúde combate criadouros do mosquito da dengue em casa no Campo Belo
Em abril de 2013, agente de saúde combate criadouros do mosquito da dengue em casa no Campo Belo

A Vigilância de Saúde de Campinas confirmou que está investigando morte por suspeita de dengue na cidade. Se confirmado, este será o primeiro óbito em Campinas e segundo na Região Metropolitana. A única informação divulgada sobre a vítima é de que se trata de mulher, com idade entre 70 e 80 anos, de acordo com a diretora da Vigilância de Saúde, Brigina Kemp.
 
 
Também nesta segunda-feira (31), a Secretaria de Saúde divulgou o balanço da dengue em Campinas. O balanço mostra que o número de casos confirmados de dengue este ano em Campinas soma 2.140. Em março foram 971 casos contra 231 de janeiro deste ano, o que representa aumento de 420%. 
 
De acordo com o balanço, os dados ainda podem mudar já que alguns ainda estão em investigação, sendo 78 de janeiro, 813 de fevereiro e 1.501 de março, totalizando 2.392 .
 
A expectativa da Secretaria de Saúde é de que 2014 supere a segunda pior epidemia de dengue já registrada na cidade, no ano passado, quando 6.976 pessoas foram infectadas. O prontuário da paciente que morreu está sendo analisado por um médico clínico geral e realizando exames. Uma mostra de sangue da mulher foi levado para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, que fará a confirmação do motivo da morte.
 
A região Noroeste de Campinas é a mais afetada. A cidade já vive uma epidemia e a ocorrência da doença ainda pode aumentar em abril, considerado o mês de pico da dengue. A expectativa da Secretaria de Saúde é de que 2014 supere a segunda pior epidemia de dengue já registrada na cidade, no ano passado, quando 6.976 pessoas foram infectadas.


Primeira morte por dengue na RMC


A Secretaria de Saúde de Americana confirmou sábado (29) o primeiro caso de morte por dengue na RMC deste ano, quando a cidade, assim como Campinas, enfrenta a pior epidemia das últimas duas décadas com 1.320 casos confirmados. A identidade da vítima não foi revelada, mas sabe-se que se trata de uma mulher de 49 anos, moradora do bairro Jardim da Paz, onde existem outros 126 pacientes infectados, que estava internada em um hospital particular e morreu há 15 dias.
Veja também







Comentários(0)

Conforme Termo de Uso, comentários com conteúdo inadequado e spam poderão ser removidos a critério do Correio.com

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso

Tempo Agora   Cinema   Horóscopo   Estradas e Aeroportos   Trânsito
cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 10º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
O melhor e mais completo conteúdo
da RMC está aqui!
O melhor e mais completo conteúdo
da RMC está aqui!
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
* NOME:
* SOBRENOME:
* E-MAIL:
TELEFONE:
CIDADE:
* SENHA:
* REPETIR SENHA:
* Campos obrigatórios
Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular