EVENTOS

Infraestrutura de Campinas atrai 17 seleções para a Copa

Cidade é a mais procurada de São Paulo por seleções que disputarão o Mundial

14/11/2013 - 08h00 | Luciana Félix
luciana.felix@rac.com.br

Foto: Cedoc/RAC e Divulgação
Brinco de Ouro e Moisés Lucarelli abrigarão treinos
Brinco de Ouro e Moisés Lucarelli abrigarão treinos

Campinas lidera o ranking das cidades paulistas mais procuradas pelas seleções que virão ao Brasil em 2014 para a Copa do Mundo. Ao todo 17 delegações já fizeram visitas ao município para escolherem sua base de preparação e ambientação antes do início das partidas. Ontem, dois integrantes da seleção de Bósnia e Herzegovina visitaram o Estádio Moisés Lucarelli, casa da Ponte Preta, e também conheceram a estrutura do hotel Royal Palm Plaza Resort. Eles avaliaram a logística dos deslocamentos na cidade: fizeram o trajeto do aeroporto Internacional de Viracopos até o hotel, e, na sequência, seguiram do hotel até o campo da Ponte. Eles classificaram o tempo e percurso como “excelentes”. O primeiro deslocamento levou 17 minutos e o segundo, seis.

O ranking das cidades mais procuradas para serem sub-sedes durante a Copa é do Comitê Paulista da Copa do Mundo Fifa 2014 — principal organizador do evento no Estado. Ainda segundo os dados, o segundo município mais procurado pelas delegações é a cidade de Mogi das Cruzes, com a visita de 16 seleções. Na sequência vem Itu (15), Santos (14) e São Paulo (14).

A definição dos locais ocorrerá apenas após o sorteio dos grupos do Mundial, em 6 de dezembro, na Costa do Sauípe, na Bahia. No entanto, ao menos duas seleções já deixaram claro ter a preferência por se instalarem em Campinas durante a competição, mas ainda não fizeram o anúncio oficial. O Estado de São Paulo é o que mais concentra potenciais centros de treinamento para a Copa no Brasil: dos 83 credenciados pela Fifa no País, 30 estão aqui.

Campinas está credenciada oficialmente no catálogo da Fifa com dois campos para treinamento disponibilizados: The Palms (que pertence ao Royal Palm Plaza Resort) junto com o Moisés Lucarelli e o Vitória Concept Hotel Campinas com o Brinco de Ouro da Princesa.

A boa infraestrutura somada à facilidade de acesso ao aeroporto Internacional de Viracopos e à ampla rede hoteleira disponível são os grandes atrativos para a cidade. A diretora executiva do Comitê Campinas Pró-Copa e diretora do departamento de Turismo da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo da Prefeitura, Alexandra Caprioli, acompanhou todas as visitas dos comitês que vieram à cidade. “Teve comitê que chegou a vir duas vezes, como o da Coreia do Sul e o da Noruega. Eles ficaram muitos satisfeitos com o que viram e o tempo curto de deslocamento também surpreendeu”, disse.

Ela explicou que para fazer os deslocamentos das delegações foi montado uma operação em conjunto com a Guarda Municipal (GM) e Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec). “Sem o nosso esquema, demoraríamos muito mais. Eles viram toda essa preocupação e nossa organização, que é muito importante para eles”, apontou.

Outra vantagem que Campinas leva, segundo a diretora, é quanto os serviços oferecidos. “Saímos na frente por causa do aeroporto ser internacional, pela qualidade de atendimento na excelência dos hotéis, temos bons centros de treinamento. Eles dão bastante relevância na questão dos deslocamentos.” Outro ponto que gera curiosidade das delegações são as unidades de saúde. “Eles querem saber da estrutura hospitalar, como é. E também se existe uma ampla rede hoteleira para acomodar seus torcedores”, avaliou.

Brindes

A diretora também revelou que costuma dar mimos às delegações que visitam a cidade. “Ninguém vai embora de mãos vazias. Entregamos um material da cidade com seus atributos, além dos básicos, os turísticos e também sobre os campos. Além disso damos kit com bala de banana, doce de leite, pulseira do Brasil, chinelo Havaianas, além das camisas dos times da cidade personalizada com os nomes dos visitantes”, revelou Alexandra.

A coordenadora executiva do Comitê de São Paulo, Raquel Verdenacci, acredita que as cidades de São Paulo são fortes candidatas a abrigar as seleções. “Agora vamos intensificar o trabalho para garantir que pelo menos dez centros de treinamento sejam escolhidos pelas delegações. Considerando a receptividade delas aos equipamentos paulistas, tudo indica que a meta será alcançada, promovendo as cidades e ampliando a participação popular”, disse.




Comentários(0)

Conforme Termo de Uso, comentários com conteúdo inadequado e spam poderão ser removidos a critério do Correio.com

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso

Tempo Agora   Cinema   Horóscopo   Estradas e Aeroportos   Trânsito
cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 10º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
O melhor e mais completo conteúdo
da RMC está aqui!
O melhor e mais completo conteúdo
da RMC está aqui!
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
NOME:
SOBRENOME:
E-MAIL:
SENHA:
REPETIR SENHA:
Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular

cadastre-se e continue lendo