OPINIÃO

Mensalão, Emdec e lixo


05/10/2013 - 05h00 | Correio do Leitor
leitor@rac.com.br

Mensalão
Renato Salles Nascimento
Advogado, Campinas O ministro Celso de Mello podeira ter poupado a inteligência das pessoas ao insistir que o STF não pode ceder às pressões populares. Os gregos ensinavam que apenas a alguns é dado o privilégio de tomar decisões de alcance público, mas todos têm o direito de criticá-las. Os brasileiros têm o direito de se sentirem frustados com a decisão dos 6 a 5. Aceitaram dar aos réus um segundo julgamento, não se sabe até quando. Viram e ouviram o conceito de que no Brasil poderosos e ricos não vão para a cadeia. Sentimento amargo de impunidade. A ninguém pode ser negado o direito à Justiça, e não apenas aos integrantes de uma elite que pode usufruir os recursos disponíveis para adiar ou anular o cumprimento de sentenças. (...) Nada pode minimizar o sentimento de que a Justiça falhou.

Vergonha
Gastão Rondino
Adm. de empresas, Campinas

Estou com vergonha de ser brasileiro! Vergonha de ver esse governo corrupto e antipatriótico!
Vergonha de ver milhares de pessoas morrendo nas filas dos hospitais e nossa governanta se hospedando em hotéis caríssimos na Europa e Estados Unidos! Vergonha dos mensalões, mensalinhos e milhares de desvios! Vergonha dos juízes safados do STF, comprados através dos cargos! Vergonha das imensas mordomias e salários dos vereadores, deputados e senadores!
Vergonha dos políticos que somente pensam em seus próprios umbigos e negociatas de cargos e posições! Vergonha de um País que tem 40 Ministérios para acomodar toda uma corja desavergonhada de políticos! Vergonha de um País que não tem um projeto de País e sim projeto de manutenção de poder! (…) Até quando?

Interesses
Alex Tanner
Servidor público, Sumaré

Os interesses políticos em Sumaré prevalecem sobre o bem-estar da população. Em todas as cidades, estados e países movidos pela “democracia”, a governabilidade só acontece com apoio de outros partidos, são os “aliados”, mas para tal, muitos cargos são distribuídos. E diversos incompetentes são nomeados sem conhecimento ou afinidades com o trabalho. A relação do Executivo e Legislativo sumareense vai de mal a pior devido à “porteira fechada”. E nesse triste relato, nós contribuintes, cidadãos, residentes, eleitores etc., que aqui nascemos ou adotamos Sumaré, todos nós estamos desamparados pelos caprichos e interesses de certos políticos. Enfim, o sistema político “democrático” é a maior mentira que existe neste País. E Sumaré predomina nessa mentira!

Vandalismo
Bazileu Balestra
Porteiro, Campinas

Protestar, reivindicar, fazer sobressair as necessidades do povo, mostrar indignação com a atuação dos políticos que visam mais os interesses próprios aos interesses da Nação, é justo, é aceitável, e deve acontecer até que os nossos políticos sejam tocados pelo espírito de responsabilidade e honestidade, e procurem corresponder aos cargos pelos quais foram eleitos. O que não é justo, e não se deve aceitar, é a ação destruidora dos baderneiros, que sempre agem com fúria, destruindo tudo o que encontra pela frente, causando prejuízos incalculáveis. O vandalismo deve ser reprimido por toda a sociedade, ninguém deve aceitar, aprovar o vandalismo. É preciso denunciar sempre, os vândalos devem pagar caro pelos prejuízos causados com os seus requintes de perversidades. (…)

Emdec
Paulo Ribeiro Romeiro
Engenheiro, Campinas

Está certa a leitora Mima Puya (Correio de 2/10) quando fala da desastrada intervenção da Emdec no cruzamento das ruas Mogi Guaçu com Piedade. Além de desnecessário, o trabalho feito dificultou muito o trânsito no local. Difícil acreditar que colegas engenheiros tenham projetado tamanha aberração.

Laranjas
Mônica Delfraro David
Aposentada, Campinas

Acho que lavar as laranjas antes de colocar nas máquinas, ou lavar as folhas verdes antes de servir, ou manter o local de trabalho limpo ou dar descarga após usar o vaso sanitário, enfim, higiene e limpeza já devem ser de uso contínuo e diário de todo comércio, escola, prestação de serviço, de toda a população, não precisando de projeto específico para esses fins. Ao ver situações anti-higiênicas, em qualquer lugar que seja, sugiro que primeiramente fale com o responsável pelo local. Se não resolver, denuncie para a vigilância sanitária da cidade. Peço aos nossos vereadores que enviem projetos para melhorar as nossas escolas, o nível dos professores, seus salários, e assim teremos uma educação de primeira, e portanto, não existindo mais laranjas sujas em lugar nenhum.

Carne de Porco
Alcínio Daher
Professor, Campinas

Saiu na mídia que a Rússia e outros países da UA (União Aduaneira, formada por Rússia, Belarus e Cazaquistão), suspenderam a compra de carne de porco do Brasil porque, ao analisarem a mesma, notaram a presença da Ractopamina (estimulante de crescimento de massa muscular), substância proibida . Se eles não aceitam, para onde vai essa carne? Para os consumidores brasileiros ou para países que não fazem esse controle. Essa carne tem o carimbo do SIF ? Quais os males que pode causar à saúde? Algumas pesquisas têm mostrado o aumento de pessoas com vários tipos de doenças, entre elas, alguns tipos de cânceres, talvez provocados por hormônios, estimulantes de crescimento de massa muscular (anabolizantes), aditivos químicos nos alimentos e outros. (...) A população merece uma resposta.

Lixo
Ubiratan Parada
Aposentado, Campinas

As brilhantes reportagens do Correio Popular dos dias 29/9 e 1/10 sobre o lixo mostram que o mesmo pode ser uma verdadeira “mina de ouro”. Senhores administradores da Prefeitura de Campinas, tenham um pouco de boa vontade, levantem das suas cadeiras e se desloquem para a cidade de Paulínia, verificando a estrutura que foi montada para receber o lixo das cidades vizinhas, pois lá há uma reciclagem e com um equipamento apelidado de “dinossauro”, pelo seu tamanho, que separa e tritura o lixo. Ainda há um aterro sanitário com acompanhamento de profissionais do meio ambiente.

Desarmados
Ana França Suzuki
Escritora, Campinas

Para alegria da bandidagem, somos cidadãos desarmados. Nem na ditadura militar ocorreu aos generais deixar-nos sem nenhum meio de defesa. Desse jeito, sem nenhuma expectativa de reação, ficou fácil para os delinquentes fazerem arrastões em condomínios, ônibus e restaurantes. Somando-se a isso a impunidade, temos esse quadro horripilante de sequestros, estupros e matanças. Aliás, está faltando uma estatística: precisamos saber quantos homicídios têm ocorrido com uso de arma branca. Quem quer matar, mata mesmo. Uns põem fogo na vítima, outros dão pauladas e até machadadas. Clama-se por educação e saúde, mas de que adianta o indivíduo ser educado e saudável se morrer assassinado?



Comentários(0)

Conforme Termo de Uso, comentários com conteúdo inadequado e spam poderão ser removidos a critério do Correio.com

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso

Tempo Agora   Cinema   Horóscopo   Estradas e Aeroportos   Trânsito
cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 10º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
O melhor e mais completo conteúdo
da RMC está aqui!
LOGIN:
SENHA:
Esqueci minha senha.
Quero me cadastrar
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
NOME:
SOBRENOME:
E-MAIL:
SENHA:
REPETIR SENHA:
Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular

cadastre-se e continue lendo