DE OLHO EM 2014

Clima eleitoral domina visita de Dilma em Campinas

Presidente divulga ações em Educação, Habitação e Saúde em sua 1ª agenda oficial em Campinas

29/08/2013 - 22h50 | Milene Moreto e Bruna Mozer
Faleconosco@rac.com.br

Foto: Dominique Torquato/AAN
Dilma e autoridades em formatura de alunos do Pronatec, no Liceu
Dilma e autoridades em formatura de alunos do Pronatec, no Liceu

Na sua primeira visita oficial como presidente da República para cumprir agenda de trabalho em Campinas, Dilma Rousseff centrou seu discurso nesta quarta-feira (29) nas ações do governo federal nas áreas de Educação, Habitação e Saúde. A vinda petista teve clima de campanha eleitoral. A chefe de Estado esteve acompanhada de três ministros e de um batalhão de políticos em dois eventos na cidade: entrega de apartamento do Residencial Sirius, na Região do Campo Grande, e na formatura de alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), no Liceu Salesiano. Dilma aproveitou sua passagem pela cidade para defender o programa Mais Médicos e a contratação de profissionais estrangeiros. Um pequeno grupo de moradores protestou durante o evento da entrega dos apartamento contra o que alegam ser problemas estruturais nos imóveis entregues em outras etapas do programa e que já estão habitados.

A presidente chegou a Campinas de manhã no Aeroporto Internacional de Viracopos e seguiu até o bairro Satélite Íris de helicóptero. Antes de subir ao palco montado para o evento, a petista entregou a uma das moradoras um apartamento mobiliado e foi conhecer o espaço acompanhada do prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB). Ela fez questão de aparecer na janela e posar para fotos.


Já no palanque montado no meio do condomínio, a presidente detalhou o programa Minha Casa Minha Vida, principal projeto de seu governo, que foi entregue em suas mãos pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como forma de alavancar sua campanha para a Presidência. A escolha de Campinas para falar sobre o programa é estratégica, uma vez que a região foi uma das que mais conseguiu construir moradias destinadas à faixa entre zero a três salários mínimos no Brasil. Somente no evento realizado ontem, foram entregues 1.060 unidades. “Campinas tem tido ao longo dos últimos anos um ótimo desempenho no Minha Casa Minha Vida. Na região temos tido um desempenho bastante bom. Nós ficamos contentes com isso? Não podemos ficar contentes, não. Nós temos que avançar. É bom que vocês saibam que ainda tem quase 900 mil moradias para serem contempladas pelo Brasil”, disse Dilma. Apesar dos altos números de construções na cidade, Jonas disse no evento que o Município ainda conta com um déficit de 40 mil moradias.


Durante o evento, Dilma também anunciou o crédito na ordem de R$ 1 bilhão para seu mais novo programa, o Minha Casa Melhor. O governo federal disponibilizou um cartão de crédito com um limite de R$ 5 mil para que os moradores contemplados pelo Minha Casa Minha Vida, possam mobiliar suas residências. Os moradores cobraram a inclusão de itens como armários de cozinha e micro-ondas na lista do que pode ser adquirido com a linha de crédito. A presidente afirmou que vai analisar as solicitações dos moradores.


Críticas

A presidente fez questão de dizer que o País passou anos sem investir em políticas habitacionais e que o último projeto para o setor ocorreu com o Banco Nacional de Habitação (BNH), com a consolidação de 500 mil moradias no Brasil. Após a crise financeira internacional de 1986, a empresa pública foi extinta.

Dilma encerrou a solenidade dizendo que é preciso casa, educação e emprego para fazer com que a população brasileira deixe de viver na miséria. Após a reclamação de um grupo de moradores que acompanhavam a solenidade, a presidente desceu do palco e foi até a plateia ouvir as queixas. A petista também fez referências ao fato de estar disposta a ouvir a população, discurso que vem mantendo desde que as manifestações começaram no Brasil. Apesar dos protestos terem se originado por descontentamentos com as políticas de transportes, Dilma não falou sobre propostas de mobilidade urbana ontem e afirmou que retorna à cidade para tratar desta pauta “em outra oportunidade”.
 

Pronatec

Sem manifestações e sob aplausos, mais tranquila e à vontade, a presidente esteve no Colégio Liceu Salesiano na parte da tarde após almoçar com prefeitos e integrantes de seu governo. No local, Dilma falou sobre a importância da educação e dos programas do governo federal para o setor. As críticas a políticas públicas de adversários ficaram a cargo do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que também esteve na cidade.


Cerca de 2 mil alunos finalizaram o curso no último semestre. O programa do governo federal prevê cursos profissionalizantes nas áreas de comércio, serviço e indústria. No evento para entrega do diploma, Mercadante usou seu discurso para promover as ações do governo federal ao longo da gestão petista, desde 2002, e atacou o governo de São Paulo ao criticar a progressão continuada implantada nas escolas públicas pelo PSDB. “Aqui em São Paulo tem a aprovação automática que passa o aluno sem que ele saiba ler ou escrever”, disse.


Em seguida, o ministro elencou as ações de governo na Educação, principalmente os projetos mais conhecidos. Falou do Programa Universidade Para Todos (Prouni), que dá bolsas para estudantes de baixa renda em faculdades particulares, e do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).
 

Promoção
O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), aproveitou o momento para promover a sua gestão e divulgou mais de cem vagas aos recém-formados em hotéis e padarias de alto padrão de Campinas e no Aeroporto de Viracopos. Além de Mercadante, também acompanharam as solenidades a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, e o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro.



Comentários(1)

Conforme Termo de Uso, comentários com conteúdo inadequado e spam poderão ser removidos a critério do Correio.com

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso

  • Adenor: (30/08 as 16h26)
    Oi Dilma, tudo bem? Aqui em Campinas não esta não. Ta faltando remedio pra pressão no Posto de Saude do Jardim Paranapanema. Que vergonha, não? Pare de ficar vagabundando pelo pais fazendo palanque pra reeleição de 2014 e veja se fiscaliza o que está acontecendo ao seu redor.
Tempo Agora   Cinema   Horóscopo   Estradas e Aeroportos   Trânsito
cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 10º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
O melhor e mais completo conteúdo
da RMC está aqui!
O melhor e mais completo conteúdo
da RMC está aqui!
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
NOME:
SOBRENOME:
E-MAIL:
SENHA:
REPETIR SENHA:
Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular

cadastre-se e continue lendo