CAMPINAS

Carro faz conversão proibida e bate em ônibus

Duas pessoas ficaram feridas em acidente na avenida João Jorge, na Vila Industrial, neste domingo

31/03/2013 - 11h09 | Patrícia Azevedo
patricia.azevedo@rac.com.br

Foto: Edu Fortes/AAN
Duas pessoas ficaram feridas em um acidente de trânsito ocorrido na manhã deste domingo (30/03) no corredor de ônibus da avenida João Jorge, na Vila Industrial
Duas pessoas ficaram feridas em um acidente de trânsito ocorrido na manhã deste domingo (30/03) no corredor de ônibus da avenida João Jorge, na Vila Industrial

Duas pessoas ficaram levemente feridas em um acidente de trânsito ocorrido na manhã deste domingo (31) no corredor de ônibus da avenida João Jorge, na Vila Industrial, em Campinas. O acidente aconteceu quando o Uno vermelho placas EVT9349, de Sorocaba, fez uma conversão proibida e entrou na frente de um ônibus que seguia em sentido ao Centro.
 

O motorista Adenildo Pereira dos Santos dirigia o ônibus que faz a linha 1.33 quando o Uno fez a conversão proibida e invadiu a pista para tentar retomar o sentido contrário. "A sorte é que eu vinha em baixa velocidade, cerca de 20km/h. Eu freiei, mas não deu tempo e bati na traseira dele" , disse, ainda muito abalado.


O Uno estava com quatro pessoas e duas delas sofreram ferimentos leves, uma mulher e uma criança com cerca de seis anos. Elas foram encaminhadas para o Hospital Ouro Verde. Segundo o Resgate, elas tiveram ferimentos superficiais no supercílio e foram encaminhadas ao hospital para fazer exames. Segundo a assessoria de imprensa do Hospital, a criança recebeu alta, mas a mulher foi encaminhada ao Hospital Celso Pierro porque sentia muitas dores e será submetida a uma avaliação com um cirurgião.


Cerca de 30 pessoas estavam no ônibus e nenhuma delas ficou ferida. O motorista do ônibus contou que essa não é a primeira vez que um veículo invade o corredor de uso exclusivo dos coletivos. "Isso costuma acontecer muito, mas durante a noite e a madrugada. É a primeira vez que me envolvo em um acidente" , afirmou o motorista.



Comente
Nome:      E-mail:  
Cidade:      Profissão:  
   Não divulgar meu email
Comentário:
Quantidade de toques disponíveis: 500
Clique aqui e veja todos os comentários(3) dessa notícia


Comentários
  • Em 01/04 as 14h39 por:Frannz Guitar
    Acidentes acontecem e por isso se chamam acidentes mas a maior parte dos motoristas em Campinas na verdade parece que não estão preparados para assumir um veículo automotor terrestre. É muito complicado, tem que usar seta, pisar em acelerador, freio, olhar em três espelhos, tudo isso enquanto conversa ao celular e assiste um show de pagode no dvd. Lamentável.
  • Em 31/03 as 21h13 por:Nielson
    A mulher foi enviada ao Hospital Celso Pierro para avaliação de um cirurgião. Coitada, é capaz de morrer pela demora do atendimento.
  • Em 31/03 as 12h48 por:O chato
    É isso que dá dar a alguém irresponsável o direito a dirigir... Sorte que não morreu ninguém! Este motorista devia passar o resto da vida na CADEIA por tentar matar as pessoas que estavam no ônibus e no carro dele. Daria umas 50 tentativas de homicidio, o que dá uns 50 anos de prisão!
       


Tempo Agora   Cinema   Horóscopo   Estradas e Aeroportos   Trânsito